topo
Supostos casos de morte por meningite são registrados em São Luís Supostos casos de morte por meningite são registrados em São Luís
Pelos duas mortes teriam sido causadas pela doença na semana passada; propagação ocorre pelo ar (tosse ou espirro).
Por Redação | 04/03/2018 ás 15h04
Compartilhar no Whatsapp

Pelo menos duas mortes causadas, supostamente, por meningite foram registradas na semana passada em São Luís. Um dos casos aconteceu no penúltimo dia de fevereiro e outro, mais recente, ocorreu nesse sábado (3).

 No primeiro caso, registrado no sábado (27/02), o estudante de jornalismo Lucas Martins, de 21 anos, morreu após passar mal e ser atendido em um hospital particular da capital. Por conta dos sintomas, meningite é a principal suspeita dos médicos.

Outro caso foi registrado neste fim de semana, quando a jovem Deborah Sales, de apenas 17 anos, foi atendida na Unidade Mista do bairro Bequimão. Há fortes suspeitas de ser outro caso de meningite.

"Há indícios, mas afirmar é prematuro, pois não saiu resultado dos exames. De toda forma estamos fazendo profilaxia com os 16 profissionais nossos que tiveram contato com ela", declarou o secretário de Saúde da capital, Lula Fylho, ao jornalista Gilberto Léda.

Por conta da suspeita, todos os 16 profissionais que tiveram contato com a garota na Unidade Mista estão em observação.

Doença rara e contagiosa

meningite geralmente é causada por uma infecção viral, mas também pode ser de origem bacteriana ou fúngica. As vacinas podem prevenir algumas formas de meningite. Os sintomas incluem dor de cabeça, febre e torcicolo. Dependendo da causa, a meningite pode melhorar com o tempo ou pode ser fatal, necessitando de tratamento antibiótico urgente.

É considerada uma doença, com menos de 150 mil por ano no Brasil, e alguns tipos podem ser evitados por vacina. A propagação costuma ser por gotículas respiratórias no ar (tosse ou espirro).

 

Fonte: Imirante.com