topo
Triste realidade do sistema de coleta de esgoto Triste realidade do sistema de coleta de esgoto
Quase metade da população brasileira não tem acesso a sistema de coleta de esgoto
Por Redação /F | 24/07/2019 ás 16h31

Cem milhões de brasileiros ainda não tem sistema de coleta de esgoto, o que corresponde a 47,6% da população. E quase 35 milhões de pessoas ainda não tem acesso a água tratada. Os dados são do relatório de 2017 do Instituto Trata Brasil publicado nesta terça e demonstra que apesar de avanços nos investimento em saneamento básico de 2010 para 2017, o país ainda tem grande déficit nesse serviço público.

De acordo com Edison Carlos, Presidente do Instituto Trata Brasil, a pesquisa demonstra que as cidades melhores rankeadas continuam fazendo investimentos em saneamento básico, ao passo que cidades com um sistema precário de saneamento básico, pouco investiram, contribuindo para essa desigualdade no país, Um exemplo desse contraste está na cidade de Piracicaba, no interior do estado de São Paulo que tem 100% de coleta ao esgoto, ao passo que Ananindeua, no interior do Pará, tem somente 0,98%.

www.maranhaoemfoco.com.br

Ainda segundo a pesquisa, em 2017 o país jogou o equivalente a 5 mil e 600 piscinas olímpicas de esgoto não tratado nos rios, e isso traz consequências que vão além das ambientais, segundo Edison Carlos. 

Edison também acrescentou que a responsabilidade pelo saneamento básico é das prefeituras, que contratam empresas concessionárias de coleta e tratamento de esgoto, mas ele também cobrou mais investimentos do governo federal na área, já que a pesquisa mostrou que o investimento global caiu de 11 bilhões e 51 milhões em 2016 para 10 bilhões e 900 milhões de reais, em 2017. A pesquisa do Instituto Trata Brasil foi feita a partir do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento que coleta de dados dos operadores de saneamento básico presentes nos municípios.

Fonte: EBC

Categorias:  

Saúde
Açailândia